Associação Palhaços d’Opital lança concurso para pinturas artísticas no IPO de Coimbra

A Associação Palhaços d’Opital lançou hoje um concurso para pintura artística de quatro paredes do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Coimbra, que contribuam para tornar duas salas de espera mais acolhedoras e alegres, foi hoje anunciado.

“Pretendemos transformar duas salas de espera num local acolhedor, sereno e promotor da alegria, do bem-estar e da esperança, valorizando o espaço com intervenções artísticas plásticas”, disse presidente da coletividade sediada em Coimbra, Isabel Rosado, em conferência de imprensa.

As intervenções artísticas abrangem duas paredes de duas salas de espera, numa perspetiva de criação de espaços “que sejam promotores do bem-estar e fortalecimento do estado anímico dos doentes e familiares”, acrescentou.

A administração do IPO de Coimbra abriu as portas à iniciativa da Associação Palhaços d’Opital, selecionando duas salas de espera que recebem diariamente centenas de pessoas.

“Aquilo que sentimos é que precisam de uma melhoria para as tornar mais acolhedoras e transmitir boas energias, serenidade e alegria, associadas ao ambiente em que os doentes estão inseridos”, salientou a presidente do conselho de administração, Margarida Ornelas.

Para a responsável, “o facto de se trazerem artistas para o hospital parece algo de muito positivo na perspetiva de o abrir à comunidade e, no fundo, de retirar o próprio estigma da doença oncológica e fazer do IPO um espaço humanizado”.

No concurso, que termina no dia 31, podem concorrer pessoas a partir dos 15 anos, individual ou coletivamente.

A divulgação dos vencedores está prevista para 15 de abril, por um júri que ainda não foi revelado, devendo as pinturas ser realizadas entre 16 de abril e 15 de maio.

Os trabalhos têm de ser executados em pintura, artes visuais, design digital, desenho ou fotografia, através de tintas aquosas, vinil ou azulejo sem junta de assentamento.

Os quatro vencedores (um por cada parede) recebem um prémio de 2.000 euros.

A presidente da unidade de saúde, Margarida Ornelas, gostaria que a inauguração das pinturas decorresse em 20 de maio, dia de aniversário do professor Luís Raposo, fundador do IPO de Coimbra, em 1953, com a aquisição de uma pequena vivenda.

Diário as Beiras, 2 de março 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *